Milhares de pessoas manifestaram-se nas principais cidades dos Estados Unidos na sexta-feira, na terceira noite de protestos consecutivos contra a brutalidade da polícia após várias mortes de cidadãos negros.

Os mais recentes protestos decorriam esta noite em algumas das principais artérias de Nova Iorque na noite de sexta-feira, horas depois de a justiça daquela cidade ter anunciado a convocação de um grand jury (jurados) que vai decidir se o polícia branco que matou Akai Gurley, um negro de 28 anos, «por acidente» em Brooklyn, no dia 20 de novembro, deve ser levado a julgamento ou não.

Este é em um dos casos recentes que reavivou a desconfiança sentida por muitos negros norte-americanos em relação à atuação da polícia.