logotipo tvi24

Vídeo mostra polícia a disparar contra cão

Imagens estão a indignar nova iorquinos

Por: tvi24 / CLC    |   2012-08-16 12:35



Um polícia disparou contra um Pint Bull, esta segunda-feira, em Nova Iorque. O ato foi filmado por várias pessoas e está a causar uma onda de indignação. Os defensores dos animais alegam que o cão estava apenas a defender o dono, já a polícia defende que os agentes agiram em conformidade com a situação.

O ataque ocorreu na sequência de um convulsão de um sem abrigo em plena rua de Nova Iorque. O pit bull tentou proteger o dono de quem se aproximava. Quando a polícia chegou ao local e tentou ajudar o homem, o cão não gostou e tentou atacar os polícias.

Um dos agentes atingiu o animal com gás pimenta e outro acabou mesmo por disparar uma bala contra o cão, que caiu inanimado no chão.

Os nova iorquinos não gostaram e de imediato começaram a contestação aos agentes. A polícia já respondeu às críticas e defende que é precisamente o vídeo divulgado nas redes sociais que comprova que os agentes agiram em conformidade com a lei.

O sem abrigo está a recuperar da convulsão. O pit bull sobreviveu ao tiro, mas ainda é cedo para saber se vai recuperar.

Partilhar
EM BAIXO: Cão dispara contra polícia
Cão dispara contra polícia

Gaza: Obama pede a Israel cessar-fogo imediato
Presidente dos EUA telefonou a Benjamin Netanyahu para «deixar claro» que quer tréguas «duradouras». Obama reconhece direitos de Israel mas pede «vidas normais» para os palestinianos
O apelo emocionado do Papa Francisco sobre as crianças de Gaza
Apelo emocionado à paz no Médio Oriente, Iraque e Ucrânia marcam o discurso semanal do Papa no Vaticano
Médico norte-americano infetado com vírus Ébola
O vírus que já matou mais de 600 pessoas foi contraído por vários profissionais de saúde
EM MANCHETE
Gaza: Obama pede cessar-fogo a Israel
Presidente dos EUA telefonou a Benjamin Netanyahu para «deixar claro» que quer tréguas «imediatas e duradouras»
Saída de Maria Luís? «Dá a sensação que é fim de Governo»
Catroga diz que memorando podia ter sido melhor