Dezenas de milhares de pessoas saudaram hoje a imagem de N.S. de Fátima, da capelinha das Aparições, em Fátima, que percorreu a praça de S. Pedro, no Vaticano, no âmbito da Jornada Mariana do Ano da Fé.

A agência católica Ecclesia noticia que várias pessoas acenaram à imagem da Virgem com lenços brancos, entre as dezenas de milhares que se concentravam na praça.

A imagem foi enviada ao Vaticano a pedido do papa Bento XVI, reafirmado pelo atual pontífice. A imagem, antes da procissão na praça de S. Pedro, esteve na residência do papa emérito Bento XVI e em seguida na Casa de Santa Marta, onde habita o atual papa.

A imagem de N.S. de Fátima que habitualmente se encontra na capelinha das Aparições, na Cova da Iria, foi recebida pelo papa Francisco na entrada da Basílica de S. Pedro, que se recolheu em seguida em oração, após ouvir-se o hino «Ave Maria», como acontece no Santuário de Fátima.

O papa Francisco depositou aos pés da imagem um terço como oferta pessoal, noticia a agência católica.

Da Cidade do Vaticano a imagem foi transportada de helicóptero às 19:00 locais (18:00 de Lisboa) para o santuário do Divino Amor, em Roma, a 19 quilómetros a sul da Cidade do Vaticano, onde se realiza uma vigília de oração intitulada «Com Maria para além da noite».

A imagem regressa no domingo às 08:00 à praça de S. Pedro, onde às 10:00 é rezado o rosário seguido de uma missa presidida pelo papa Francisco.

No final da eucaristia o papa irá fazer o «ato de entrega» ao Imaculado Coração de Maria, o mesmo gesto que o papa João Paulo II realizou perante a mesma imagem, em março de 1984, nesta mesma praça.

Esta é, segundo a mesma fonte, a 13.ª deslocação a Roma da imagem de N.S. de Fátima, em cuja coroa está incrustada a bala que feriu João Paulo II a 13 de maio de 1981.