A deputada e líder do Partido Liberal da Noruega, Trine Skei Grande, foi apanhada por uma câmara a jogar na aplicação Pókemon Go enquanto ouvia um perito em questões militares na audição parlamentar sobre relações externas e defesa.

Face à sua atitude, Trine Grande tem sido alvo de várias críticas por parte dos outros partidos que estavam presentes na sessão.

 É crucial que levemos a nossa responsabilidade na NATO e na Arctic a sério. Temos falado de coisas muito importantes no dia de hoje,” disse o deputado Oeyvind Halleraker em comentário ao sucedido.

Em declarações ao jornal local Daily VG, Trina desvalorizou a situação, referindo que “alguns de nós ouvem melhor quando estão a fazer outras coisas em simultâneo”, concluindo que “não somos todos iguais”.

A líder do Partido Liberal acrescentou, ainda, que parou de jogar quando percebeu que alguns deputados se sentiram ofendidos com aquela ação.

Os Liberais são o partido-chave para a governação minoritária da coligação liderada pela primeira-ministra Erna Solberg.

A aplicação Pokémon Go já causou distúrbios em outros parlamentos e instituições governamentais. Esta quarta-feira, o governo das Filipinas proibiu o uso desta aplicação dentro dos edifícios do Estado, no seguimento de decisões similares feitas por outros países do sudeste asiático.