O mexicano Brhadaranyakopanishadvivekachudamani Erreh Muñoz acaba de baptizar o seu filho com o mesmo nome próprio, informa a BBC Brasil.

«Brhada», como é conhecido entre os amigos, tem tanto orgulho no seu nome de 36 letras que o relegou ao filho, apenas com uma diferença: o apelido do bebé é junto - Errehmuñoz.

Esta família, aliás, é perita em nomes exóticos. O pai de «Bhrada» chama-se José Refugio. Como não gostava deste apelido, começou a assinar José R. E assim começou a ficar conhecido, daí o seu filho se chamar «Erreh».

O nome Brhadaranyakopanishadvivekachudamani é a junção de dois filósofos hindus, porque José R. gostava tanto dos dois que não conseguiu escolher só um.

O veterinário assegura que a maior dificuldade que teve com o nome foi colocá-lo nos documentos de identificação, já que não cabia.