A herdeira de Nina Ricci, que construiu um império em redor da moda e dos perfumes foi esta segunda-feira condenada a uma pena de prisão por fraude fiscal por um tribunal de Paris. A mulher escondeu milhões de euros numa conta offshore no banco HSBC.
 
Arlette Ricci, de 73 anos, foi condenada a um ano de prisão, mais dois de pena suspensa, e a pagar um milhão de euros de multa, segundo a BBC. A filha, de 51, foi condenada a oito meses com pena suspensa.
 
O tribunal também apreendeu duas propriedades avaliadas em quatro milhões de euros.
 
Arlette Ricci tem de pagar aos cofres franceses os impostos relativos a esses dinheiros em falta nos anos 2007 a 2009.
 
A magnata pode ainda recorrer da decisão. Este foi o primeiro caso a ser sentenciado, mas há pelo menos mais 50 cidadãos franceses a contas com a justiça por evasão fiscal.
 
O banco HSBC está a ser investigado após ter sido denunciada um esquema em larga escala de fraude fiscal, mais conhecido como «Swissleaks».