A criança nigeriana subnutrida, resgatada em janeiro por uma dinamarquesa, está a recuperar a olhos vistos. Hope (Esperança, em inglês) já come sozinho, brinca e sorri.

Anja Ringgren Loven partilhou, no final de janeiro, no Facebook, uma fotografia onde se via a própria a dar água a uma criança subnutrida com cerca dois anos. A imagem captada na zona de Uyo, no sul da Nigéria, correu mundo. A dinamarquesa levou o menino para o hospital e, em dois dias, conseguiu angariar um milhão de dólares (cerca de 800 mil euros) que o ajudassem na recuperação.

Cerca de dois meses depois, o pequeno Hope teva alta do hospital e agora vive no orfanato que Loven criou para recuperar crianças de rua que tenham sido abandonadas. Nas fotografias partilhadas na internet vê-se um menino alegre e bem-disposto que interage e brinca com as outras crianças.

Hope foi resgatado em janeiro (à esqueda). Saiu do hospital no início de março (ao centro). Este é Hope agora (à direita)

No dia em que carreguei este pequeno pela primeira vez nos meus braços, tinha tanta certeza de que ele não sobreviveria. Cada respiração era uma luta para ele e eu não queria que ele morresse sem nome, sem dignidade, por isso chamei-lhe Hope”, escreveu Anja Lovén na publicaçãode dia 16 de março, onde também mostra a tatuagem que fez com a palavra Hope há alguns anos por lhe atribuir um significado especial: “Ajuda uma pessoa todos os dias”.

 

The day I carried this sweet little boy in my arms for the very first time I was so sure he would not survive. Every...

Publicado por Anja Ringgren Lovén em  Quarta-feira, 16 de Março de 2016

Apesar do desfecho feliz, a batalha de Hope ainda não terminou. Vai ser submetido a uma intervenção cirúrgica para corrigir uma má formação congénita, mas Anja está otimista.