Duas pessoas foram mortas na segunda-feira num ataque atribuído ao grupo extremista islâmico Boko Haram, contra a aldeia onde nasceu o chefe do exército nigeriano, no Estado de Borno, no nordeste do país, noticia a AFP.

Dezenas de combatentes do Boko Haram investiram cerca das 19:00 (mesma hora em Lisboa) na noite de segunda-feira em Buratai, local de nascimento do general Tukur Yusuf Buratai, nomeado chefe do estado-maior do Exército há cerca de dez dias pelo Presidente Muhammadu Buhari.

Os homens abriram fogo indiscriminadamente, obrigando os residentes a fugir para o mato. Os membros do Boko Haram assassinaram dois homens antes de incendiarem dezenas de habitações, escreve a AFP.