“A informação que tenho é de cerca de 1.500. Crianças que tinham entre os 8 e os 12”, informa a coordenadora humanitária da ONU para os Camarões, Najat Rochdi.











Amnistia Internacional condena Nigéria

como se pode ler aqui.