O Governo australiano anunciou esta quarta-feira que vai incluir o grupo fundamentalista islâmico Boko Haram na sua lista de organizações terroristas, em resposta ao sequestro de mais de 200 jovens numa escola da Nigéria, a 14 de abril.

«O Governo está a dar os passos necessários para iniciar o processo de classificação do Boko Haram como organização terrorista», disse o primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, no parlamento.

O grupo fundamentalista islâmico raptou 276 raparigas, cristãs e muçulmanas, de uma escola em Chibok, no norte da Nigéria, a 14 de abril, das quais 223 jovens continuam desaparecidas.