«Ninguém ficou para trás para contar os corpos. Estávamos a tentar fugir dos combatentes do Boko Haram que ocuparam a área», disse um residente, à ONG.


Human Right Wacht









«Varrido do mapa»



«Estas imagens detalhadas mostram uma devastação com proporções catastróficas nas duas cidades. Uma das quais foi quase varrida do mapa em apenas quatro dias», disse Daniel Eyre, pesquisadora da Amnistia ao jornal BBC.

«A imagem representa um ataque pensado contra civis e onde escolas, casas e hospitais estão em ruínas», adiantou.