O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou esta sexta-feiira que o setor público e privado do país paralisarão na segunda-feira, 18 de abril, em mais uma medida para poupar energia elétrica.

"Estou decretando a segunda-feira 18 de abril como dia não trabalhável e também não haverá aulas", disse Maduro durante uma reunião no palácio presidencial de Miraflores em Caracas.

Por outro, lado explicou que a paralisação faz parte de uma série de medidas orientadas a evitar "que a Venezuela entre num duro racionamento" de energia elétrica, num país afetado pelo fenómeno meteorológico "El Niño".

Na semana passada, Nicolás Maduro anunciou que os funcionários públicos da Venezuela passavam a "folgar" às sextas-feiras durante dois meses para reduzir o consumo de eletricidade e água no país, afetado por uma seca provocada pelo fenómeno meteorológico "El Niño".