"O panorama nacional é extremamente complexo. É uma bomba que em qualquer momento pode explodir e ninguém quer que aconteça algo assim (...). Nestes dias do Natal, o Governo tem uma oportunidade para baixar a conflitualidade que se sente nas ruas, convocando um diálogo com todos os setores do país e com os deputados [da oposição] eleitos para procurar soluções para a crise e dar a liberdade aos presos políticos", disse Capriles Radonski.

O também ex-candidato presidencial falava numa conferência de imprensa, em Caracas, durante a qual sublinhou que a "situação da Venezuela é de urgência".