O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, revelou esta terça-feira que o seu Governo espera "normalizar" em breve as relações diplomáticas com os Estados Unidos e que Caracas acredita "na diplomacia de paz, do respeito e não intervencionismo".

Segundo Nicolás Maduro foi "aberto um canal diplomático muito importante" com a reunião que teve lugar no último sábado, em Port-au-Prince, Haiti, entre o presidente do parlamento venezuelano, Diosdado Cabello, e um conselheiro do Departamento de Estado norte-americano, num encontro de "aproximação bilateral".

"No sábado passado houve uma reunião oficial entre enviados especiais. Como sabem vocês, há mais de um ano que designei o companheiro Diosdado Cabello como chefe de uma delegação diplomática especial” para liderar a normalização das relações com os Estados Unidos “na base do respeito", disse.