O motorista do camião que avançou na quinta-feira à noite sobre uma multidão em Nice (sudeste de França), matando pelo menos 84 pessoas antes de ser abatido pela polícia, foi "formalmente identificado", indicaram fontes dos serviços de segurança franceses.

Segundo as fontes, o bilhete de identidade do motorista, encontrado no veículo pela polícia, dá conta de um cidadão franco-tunisino de 31 anos, residente em Nice.

Estão várias operações atualmente em curso, nomeadamente em Nice", indicaram as fontes, incluindo na residência do autor, que tinha também em seu poder uma arma de calibre 7,65 milímetros que utilizou antes de ser abatido pela polícia.

De acordo com o relato do português Miguel Cunha, ouvido na emissão especial da TVI24, um outro homem, civil, agarrou-se à porta do camião, tentando retirar o camionista do volante.

Quando o camião parou, por motivos ainda não esclarecidos, a polícia abriu fogo, disparando rajadas e abatendo o motorista, cujo nome ainda não foi revelado.

A polícia francesa está a investigar para saber se o autor do atentado agiu de forma isolada, por conta própria, ou se há mais implicados