Quatro agentes da polícia moçambicana e um membro das Forças de Defesa e Segurança (FDS) foram detidos por suspeita de envolvimento em assaltos em distritos da província do Niassa, no norte do país.

Segundo revelou a polícia moçmbicana, o grupo de agentes terá assaltado, entre sábado e segunda-feira, residências e estabelecimentos comerciais dos distritos de Mandimba e Mecula, além da estação de serviço de Sanga.

O porta-voz do Comando Provincial da polícia no Niassa, Alves Mate, citado pelo jornal Notícias, acrescenta que para concretizar os assaltos, o grupo de agentes usou uma arma de fogo, um fuzil de assalto AKM.

A polícia moçambicana está a investigar a proveniência da arma, acrescentou o porta-voz.

Por seu turno, de acordo com Alves Mate, o membro das FDS é implicado no uso de arma de fogo para praticar assaltos em Mutetere, no distrito de Cuamba.