Um homem morreu, mais de 500 mil pessoas tiveram de ser retiradas e centenas de voos foram cancelados devido à passagem do tufão Neoguri, no Japão.

Classificado como «muito forte» pela Agência de Meteorologia do Japão, o ciclone, que provocou chuva e ventos muitos fortes, alcançou esta terça-feira as ilhas japonesas situadas a sudoeste.

Milhares de pessoas ficaram sem eletricidade e as operações nas refinarias de petróleo e centrais nucleares foram interrompidas.

Com ventos superiores a 250 quilómetros por hora e ondas com cerca de 14 metros de altura, o tufão estava na sua intensidade máxima quando passou pela ilha de Okinawa, causando um rasto de enorme destruição.

Um homem morreu depois de o seu barco ter afundado nas ondas gigantes, de acordo com o canal NHK. Nesta ilha, mais de 50 mil casas ficaram sem eletricidade.

O tufão avança para o norte e no final desta semana deverá levar chuva forte até à metrópole Tóquio.

Entretanto, no YouTube multiplicam-se as partilhas com vídeos que registaram a passagem do ciclone.