O Presidente de Cuba, Raul Castro, encabeçará a delegação da ilha que assistirá às cerimónias fúnebres do antigo líder sul-africano Nelson Mandela, informou no domingo a televisão estatal cubana.

O general Castro viajará para a África do Sul acompanhado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Bruno Rodríguez, e pelo embaixador de Cuba naquele país, Carlos Fernández de Cossío.

A televisão cubana não precisou o momento exato da partida da comitiva para a África do Sul, para participar nas cerimónias fúnebres de Nelson Mandela, que começam na terça-feira com uma missa oficial no Estádio de Soweto, em Joanesburgo, e se prolongam até domingo, 15 de dezembro, data em que o ex-presidente sul-africano será sepultado em Qunu, localidade onde passou a sua infância.

Já o vice-presidente chinês, Li Yuanchao, representará a China no funeral de Nelson Mandela, anunciou o ministério chinês dos negócios estrangeiros no domingo à noite.

Li Yuanchao viajará na qualidade de «representante especial do presidente Xi Jinping», indicou a mesma fonte.

Antigo diretor do departamento de organização do Partido Comunista Chinês, Li Yuanchao, 63 anos, é também membro do Politburo do PCC.