O neto mais velho de Nelson Mandela foi esta terça-feira considerado culpado de agredir um motorista em 2013, durante um desacato no trânsito.

 

Mandla Mandela, de 40 anos e membro do parlamento sul-africano pelo ANC desde 2009, terá agredido e apontado uma arma a um condutor, de acordo com a argumentação aceite por um juiz de um tribunal da Cidade do Cabo, na África do Sul.

 

A sentença ficou marcada para junho, acrescenta a AFP.

 

Mandla Mandela tem protagonizado algumas polémicas, inclusive com a sua família, que o acusou de ter desenterrado alguns membros da família e enterrado noutro local sem autorização.

 

Aliás, este escândalo eclodiu quando Nelson Mandela ainda estava vivo. O patriarca da família e ícone sul-africano morreu a 5 de dezembro de 2013.