O antigo presidente da África do Sul, Nelson Mandela, foi notificado pela autarquia de Joanesburgo para pagar uma conta de água no valor de 6468 rands (cerca de 490 euros). A notificação ameaçava ainda Mandela do corte de serviço e também de um processo.

Tudo não terá passado de um erro, adianta a autarquia de Joanesburgo que, de acordo com o «The Guardian», terá admitido que o destinatário da conta de água e da notificação era outro. «A cidade quer transmitir desculpas à família Mandela por qualquer inconveniente causado por este incidente», disse o porta-voz da autarquia, Kgamanyane Maphologela.

A notificação tinha a data de 1 de Agosto e era endereçada à 49 Fourth Street, Oaklands. Nela, o proprietário era avisado que tinha duas semanas para quitar a dívida e evitar o corte.