A guarda costeira italiana informou esta segunda-feira que uma embarcação transportando 27 dos 28 sobreviventes do naufrágio de uma traineira, com centenas de imigrantes a bordo, ocorrido no Mediterrâneo, chegou ao porto de La Valeta, em Malta.

As autoridades maltesas, que em colaboração com as italianas assumiram a operação de busca dos imigrantes desaparecidos após o naufrágio, responsabilizaram-se pelos 24 corpos recuperados e pelos 27 dos 28 sobreviventes da tragédia registada no fim de semana.

O outro imigrante resgatado com vida, oriundo do Bangladesh, transportado no domingo, de helicóptero, para a Sicília, relatou que a bordo do barco, que naufragou a 70 milhas da costa da Líbia, seguiam 950 pessoas, incluindo entre 40 e 50 crianças e aproximadamente 200 mulheres.