A polícia francesa deteve, em Paris, a filha do empresário proprietário do ferry que naufragou a 16 de abril, na Coreia do Sul, matando 302 pessoas. Yoo Somena, de 47 anos, era alvo de um mandado de captura internacional emitido por Seul.

É filha de Yoo Byung-eun, de 73 anos, um milionário proprietário da Chonghaejin Marine Co. e que continua foragido à justiça.

Yoo Somena deve ser apresentada esta quarta-feira à justiça, que lhe deverá aplicar prisão preventiva como medida de coação, até que seja decidida uma eventual extradição.

O naufrágio do ferry a poucos quilómetros da costa meridional da Coreia do Sul matou 302 pessoas. A maioria das vítimas eram estudantes do ensino secundário que participavam de uma visita de estudo.