Pelo menos 13 pessoas morreram e outras oito continuam desaparecidas após o naufrágio de um ferry numa zona central da costa da Indonésia, na sequência de um incêndio a bordo, anunciaram hoje as autoridades locais.

A embarcação transportava cerca de 150 passageiros, quando o incêndio começou, na sexta-feira, ao largo da zona costeira da província de Sulawesi, no centro da Indonésia.

As operações de busca e salvamento prosseguem para tentar encontrar os desaparecidos, de acordo com informação prestada à France Presse por um porta-voz do Ministério dos Transportes da Indonésia.

Entre os 13 mortos estão duas crianças.

A forte ondulação complicou as operações de socorro, mas já hoje foram resgatadas 126 pessoas, sendo que a maior parte usava colete salva-vidas, ainda segundo informação da France Presse.

No início de julho, mais de 30 pessoas morreram no naufrágio de um ferry que ligava a ilha de Sulawesi à ilha vizinha de Selayar, enquanto 155 passageiros foram resgatados.

Já em junho, mais de 160 pessoas morreram no naufrágio de um ferry que naufragou na ilha de Sumatra, no Lago Toba, lago turístico e um dos mais profundos do mundo.

A embarcação em causa terá alegadamente feito o serviço de transporte de forma ilegal, sem uma lista de passageiros declarada e com um número limitado de coletes salva-vidas a bordo.