O Museu de História Natural, Londres, admitiu que um dos seus dinossauros foi rotulado incorretamente depois de um menino, de 10 anos, ter detetado o erro, noticiou a BBC.

O fã de dinossauros, Charlie, é de Essex, tem síndrome de Asperger e percebeu que a informação sobre o Oviraptors estava incorreta.

Embora os pais duvidassem que o museu tivesse falhado, Charlie insistiu que a imagem mostrava uma espécie diferente.

O episódio aconteceu quando os pais de Charlie o levaram, juntamente com o irmão, para passar a noite no museu de Londres, a 21 de julho. E enquanto as outras crianças caçavam dinossauros, Charlie preferiu ler as referências sobre cada animal. Foi quando reparou que um dos Oviraptor - um dinossauro com bico que andava nas patas traseiras – estava catalogado como um Protoceratops de quatro patas.

A instituição que ficou impressionada com os conhecimentos do pequeno especialista, reconheceu o erro, e assegurou, por carta, que iria alterar a etiqueta.