Morreu esta terça-feira um dos militares franceses que estava internado no Hospital de La Paz, em Madrid, após ter ficado gravemente ferido na queda de um avião militar grego, esta segunda-feira, na base de Los Llanos, em Albacete.
 
O saldo de vítimas mortais do acidente sobe assim para 11. Nove dos militares falecidos eram franceses, os outros dois eram gregos.
 
Há ainda sete feridos graves, quatro dos quais estão internados na unidade de cuidados deste hospital. No total, 21 pessoas ficaram feridas no acidente, sendo que cinco já tiveram alta.
 
A NATO está a investigar o acidente que é um dos piores dos últimos anos sofridos pela organização fora de zonas de conflito.

A aeronave caiu num parque de aviões, por volta das 15:30 desta segunda-feira, onde terá chocado com outros aparelhos, tendo provocado uma explosão seguida de um incêndio. 

De acordo com fontes do governo espanhol, citadas pelo «El País», o avião não terá descolado com a potência suficiente e, por isso, terá ocorrido o impacto.