Um casal morreu, este domingo à noite, em Nashville, no estado de Arkansas, nos Estados Unidos, para proteger a a filha de um ano de idade do forte furacão que atingiu aquela área.  Melissa e Michael Mooneyhan sacrificaram a vida por Emily, que sobreviveu sem um único arranhão.

Durante este fim de semana, vários tornados atingiram pelo menos seis estados nos Estados Unidos (Arkansas, Kansas, Nebraska, Oklahoma, Texas e Colorado) deixando um rasto de destruição.

Quatro casas móveis, incluindo a do casal Monneyhan, ficaram completamente destroçadas.

“Todas as casas foram-se, havia apenas restos espalhados por toda a parte. Tudo o que podíamos ver era destroços das casas móveis, não havia nada de pé”, conta o vice-diretor do gabinete de Polícia do Condado de Howard, John Glidewell.

Foi neste cenário que as equipas de resgate e salvamento encontraram a menina, com dezoito meses de idade, escondida num buraco. Perto de Emily estavam os pais que para a protegerem arriscaram a própria vida e acabaram por morrer vítimas do furacão.

“Ela estava sentada no meio do chão, havia lá um buraco. Não sei como é que ela fez isto. Não tinha sequer um arranhão”, afirma Glidewell.

Melissa e Michael conheceram-se durante a adolescência e rapidamente se apaixonaram. Em 2004, consolidaram a relação com o casamento mesmo antes de terminarem o curso universitário. Michael (agora com 29 anos) trabalhava numa loja de Wal-Mart e Melissa (de 28 anos) cuidava de Emily em casa.

Passados 11 anos, ambos morreram a proteger a filha do furacão que arrasou a casa móvel de família em Nashville, no Arkansas.

Segundo o primo da mulher, Polly McCammack, a família tinha recentemente perdido um membro, a avó que “praticamente criou” Melissa e os irmãos.

“A família tem sido atingida fortemente. Eles são fortes, mas é quase como se chegassem ao ponto de ter medo de respirar”, disse McCammack.

A menina foi transportada para o hospital e está agora aos cuidados dos avós.

“Esta bebé era definitivamente a vida deles. Consideravam-na a sua maior bênção. Não conseguimos encontrar dois pais que amassem mais uma criança. Ela vai crescer conhecendo a família e conhecendo o amor”, conta McCammack.

O estado mais atingido pelos tornados foi o Texas onde se registaram três mortos e 42 pessoas feridas, das quais quatro em estado grave.

"Tem sido mau. Eu não sei se já tinha visto este tipo de destruição em Nashville desde que estou aqui no departamento há 17 anos", afirma em entrevista à KSLA o polícia do departamento de Howard, Brian McJunkins. 

Segundo informa o meteorologista Greg Carbin, do Centro de Previsões de Tempestades de Norman, os relatórios preliminares indicam que durante o domingo formaram-se entre 20 a 25 tornados no Sul do Dakota, Iowa, Oklahoma e Texas.