Uma mulher foi detida depois de ter dado à luz, no dia 24 de dezembro, em sua casa, e ter atirado o bebé pela janela.

O acidente aconteceu no bairro de Canillejas, em Madrid, e o bebé só conseguiu sobreviver graças à intervenção de dois polícias nacionais, que o reanimaram depois de o terem encontrado em paragem cardiorrespiratória.

De acordo com a Polícia de Madrid, em declarações ao «El País», depois de cortar o cordão umbilical, a mulher envolveu o bebé numas calças de ganga e atirou-o pela janela da cozinha para um pátio interior. Depois, pediu aos pais para que a levassem ao hospital porque estava com uma forte hemorragia.

O bebé foi encontrado mais tarde, quando a avó do recém-nascido olhou pela janela da cozinha e viu o bebé. A mulher, que não sabia que a filha estava grávida, pegou no bebé e chamou os serviços de emergência.

Dois agentes da Polícia Nacional foram os primeiros a chegar ao local e encontraram o bebé embrulhado em várias mantas, com uma grave hipotermia e em paragem cardiorrespiratória. Os polícias conseguiram reanimar a criança que depois foi levada de ambulância para o hospital, onde está internado com prognóstico reservado.

A mãe do recém-nascido foi detida como suspeita de crime de homicídio na forma tentada.