O Papa Francisco recebeu este fim-de-semana, em Nápoles, uma prenda comestível. O dono de uma pizzaria não foi de modas: passou o cordão de segurança e entregou uma pizza ao Sumo Pontífice, quando este fazia um percurso pela cidade italiana no papamóvel.

Enzo Cacialli concretizou assim um desejo do chefe da Igreja Católica, que numa entrevista recente à cadeia de televisão mexicana Televisa, afirmou que um dos seus maiores desejos era poder sair do Vaticano e ir comer uma pizza, sem que ninguém o reconhecesse.

O Papa aceitou a oferta, com um sorriso, sob o aplauso das muitas pessoas que se tinham juntado no local para o ver passar.

«Dei-lhe a pizza e ele a sorrir disse “obrigado”», afirmou Cacialli à estação norte-americana CNN.

«Ainda é difícil acreditar que consegui», confessou.

«Oferecer ao Papa uma pizza que fiz com as minhas próprias mãos é algo muito emotivo. É complicado expressar o quanto este gesto significa para mim, pois ele é um homem que amamos e que valorizamos, uma pessoa bonita, cheio de humanidade», acrescentou.


A pizza de massa fina foi feita à medida. Tinha «para o Papa» escrito com queijo. A iguaria tinha por ingredientes vários tipos de queijo e tomate cereja amarelo que formavam um padrão de cores alusivo ao Vaticano.

E como quase sempre acontece hoje em dia, ficou tudo registado em vídeo, que já está a correr mundo na Internet.