Quase dez anos depois de ter sido localizado perto de Taiwan - a ilha Formosa, a sudeste da China - o porta-contentores com pavilhão indonésio Sam Rataulangi PB 1600 reapareceu a mais de sete mil quilómetros por mar.

Não havia tripulação ou carga a bordo", assegurou a polícia de Myanmar citada pelos meios de comunicação internacionais.

O navio fantasma, cujo paradeiro era desconhecido, foi encontrado por pescadores birmaneses no mar de Andamão, a sudoeste de Myanmar, encalhado num banco de areia.

Na parte exterior do navio está registado o nome Sam Rataulangi PB 1600. O porta-contentores foi localizado esta semana e a polícia fez saber que está a investigar o caso.

Nas páginas de navegação na internet, o navio está referenciado como tendo uma um porte bruto de 26.510 toneladas, 177 metros de comprimento e 28 de largura. Foi construído em 2001 e o seu último paradeiro foi Taiwan, no mar do sul da China, a 3 de junho de 2009.

O reaparecimento misterioso do navio avoluma as dúvidas sobre o que lhe terá acontecido em quase dez anos. Uma das hipóteses adiantadas passa por ter navegado para o Bangladesh, estado vizinho de Myanmar, onde funcionam redes ilegais dedicadas ao desmantelamento de barcos, tendo em vista o aproveitamento de metais.