Dezassete quadros, incluindo de pintores como Tintoretto e Rubens, foram roubados do museu de Castelvecchio, na cidade italiana de Verona. A informação foi divulgada esta sexta-feira pela autarquia local.

O roubo aconteceu ao final da tarde de quinta-feira, quando o museu ainda estava aberto, no “momento de mudança de turnos entre os funcionários e os responsáveis pela segurança”, quando os sistemas antirroubo da instituição e os sensores de movimento ainda não tinham sido ativados.

A câmara disse que foram três assaltantes que pareciam "profissionais" pois sabiam o que levar e conheciam o museu.

Os ladrões roubaram 17 obras de arte, incluindo cinco Tintoretto e a “Dama dele Licnidi”, de Rubens. No total, as obras valem cerca de 15 milhões de euros.