Os agentes da Polícia Nacional de Angola vão passar a multar a partir de julho os automobilistas que circulem sem o seguro obrigatório de responsabilidade civil automóvel, depois de concluído um «intenso trabalho de sensibilização».

A medida consta de um despacho do Comando Geral da Polícia Nacional e marca o final de um período de transição em que os agentes não podiam levantar autos de contraordenação, mesmo se detetassem condutores sem o seguro obrigatório de viatura a motor.

No documento, emitido na quinta-feira, o comandante-geral daquela força policial, Ambrósio Freire dos Santos, recorda a «elevada taxa de sinistralidade que se verifica no país» e o «longo período de graça» que foi observado pelos agentes nesta matéria, durante o qual foi realizado «um intenso trabalho de sensibilização, educação e divulgação da norma aos automobilistas em particular».