Mais de 30 pessoas, incluindo mulheres e crianças, morreram a noite passada quando homens armados entraram numa igreja no leste da República Democrática do Congo, afirmaram, este sábado, fontes locais citadas pela AFP.

Segundo as mesmas fontes, as vítimas eram da etnia Bafuliru e estavam a passar a noite na igreja, na província de Kivu do Sul, depois de uma reunião.

No total, «oito homens, 14 mulheres, 10 crianças e um soldado» foram mortos, disse um vereador local, acrescentado que 28 pessoas ficaram feridas.