O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, supervisionou um exercício de voo das primeiras mulheres piloto de aviões de combate do país e até lhes tirou fotografias, de acordo com imagens divulgadas esta sexta-feira pelos ‘media’ estatais.

As imagens mostram um sorridente Kim Jong-un na pista de aterragem que saúda, felicita e tira fotografias com a sua própria máquina às pilotos, duas jovens mulheres que posam em frente aos caças, condecoradas para a ocasião com as típicas coroas de flores coreanas.

«Estou muito contente e satisfeito por ver que surgem excelentes pilotos do sexo feminino e que são capazes de voar poucos meses depois de ter dado instruções para que fossem treinadas», afirmou o líder norte-coreano em declarações citadas pela agência estatal KCNA.


A KCNA indicou que as duas pilotos executaram, com êxito, as manobras de descolagem e aterragem numa primeira missão de treino que teve lugar sob a supervisão do «líder supremo».

Como é habitual, a agência não revelou quando ou onde decorreu o exercício aéreo.

Especialistas sul-coreanos apontam que foi realizado esta semana – provavelmente na quinta-feira – no aeroporto internacional de Sunan, em Pyongyang, o principal da Coreia do Norte.

Os aviões que as jovens pilotaram parecem ser caças MiG-15s, um modelo que se fabricava há décadas na antiga União Soviética.

A Coreia do Norte instaurou, em 1993, uma unidade feminina na Força Aérea do Exército Popular, contudo, as pilotos apenas usaram, até agora, aviões antigos de hélice não aptos para combate.