Cerca de 14 mil presos que se evadiram de vários centros de detenção na Líbia depois da revolta de 2011 contra o regime de Muammar Kadhafi ainda estão a monte, disse o ministro do Interior líbio na segunda-feira.

O ministro do Interior líbio, Mohamed al-Cheikh, disse a membros do seu Governo, segundo a agência Lana, que o seu Ministério e o da Justiça estão a «trabalhar em conjunto para que [os presos que se evadiram] regressem à prisão para cumprir as suas sentenças».

«Cerca de 14 mil presos que estavam a cumprir sentenças, incluindo pena de morte e prisão perpétua, ainda estão a monte depois de terem fugido da prisão. Esta situação é um dos problemas da Líbia», constatou Mohamed al-Cheikh.