O irmão de Najim Laachraoui, um dos bombistas suicidas de Bruxelas, condenou as ações do belga que se fez explodir no aeroporto de Bruxelas esta terça-feira, garantindo que não tem contacto com o irmão desde que este partiu para a Síria, para se juntar ao Estado Islâmico.

Mourad Laachraoui é um atleta de Taekwondo que representa a Bélgica em competições internacionais, segundo a página da Internet da Associação de Taekwondo da Bélgica. 

Esta foi a primeira vez que um familiar de um dos envolvidos nos ataques em Bruxelas reagiu aos acontecimentos que têm chocado a Europa e o mundo. 

Numa entrevista televisiva, Morad Laachraoui condenou firmemente os atentados na capital belga em que o irmão mais velho, Najim, participou.

Fontes policias revelaram à imprensa belga que Najim Laachraoui, um belga de 25 anos, era um dos bombistas suicidas do aeroporto de Bruxelas. O jovem tinha partido para a Síria em fevereiro de 2013, para se juntar ao Estado Islâmico.

Najim Laachraoiu também está ligado aos atentados de Paris que provocaram 130 mortos. É suspeito de ter fabricado os cintos explosivos que foram usados nos ataques.

A diretora da escola que Najim frequentou durante seis anos, Veronica Pellegrini, contou que Najim era "muito bom aluno" e "nunca faltava a uma aula".