Ricky Wagoner, de 49 anos, conduzia um autocarro que avariou de repente. Ao sair para perceber o que se passava acabou por ser atacado por três homens que dispararam três balas. Dois dos projécteis podiam ter sido fatais, não tivesse Wagoner guardado um pequeno livro do Novo Testamento no bolso da camisa.



O motorista foi atingido por três balas - uma na perna direita e duas no peito. Encontra-se actualmente no hospital e o seu estado não é grave. O pequeno livro terá sido a «salvação» do motorista.

De acordo com o relatório da polícia, Wagoner terá dito que o ataque se tratava de um ritual de iniciação de um gang, mas as autoridades não podem ainda confirmar essa suspeita.

O Sargento Richard Boommel afirmou na segunda-feira que «ainda é muito cedo para relacionar o sucedido com a atividade de um gang, mas não parece que o motivo tenha sido tentativa de assalto».