Marco Scaravelli tinha seis anos e sonhava ser uma estrela do motociclismo. Mas, a 10 de julho, na pista do Racing Park de Viadana, em Itália, durante os treinos para uma competição, o menino sofreu ferimentos graves num acidente e acabou por morrer cinco dias depois.

No final dos treinos para competição, o menino e o pai empurravam a mota, mas, por acidente, a corda que faz com que a mota arranque foi puxada e Scaravelli arrancou a cerca de 60 quilómetros por hora.

O acidente acabou por se tornar numa tragédia. O menino embateu contra uma porta e morreu cinco dias depois, não resistindo à gravidade dos ferimentos nos braços e nas pernas.

A morte do menino italiano salvou a vida a outras cinco crianças. Os rins, o fígado, os pulmões e o coração de Scaravelli foram doados depois dos médicos terem feito “tudo para o salvar”, escreveu o pai no Facebook.

O Marco foi sempre um menino feliz, alegre e generoso, mas hoje superou-se. Marco decidiu doar o seu segundo rim, fígado, pulmões e coração. Graças a Marco, cinco famílias rejubilam de esperança. Graças a Marco, cinco meninos poderão começar uma nova vida", disse Cristian Scaravelli.