Pelo menos três pessoas morreram e 11 estão desaparecidas devido à passagem do tufão «Utor» pelo norte das Filipinas com ventos de 150 quilómetros por hora e rajadas de até 185 quilómetros por hora, informaram as autoridades locais.

«Um aumento no número de vítimas mortais é possível, mas esperamos que este seja o balanço final», disse o vice-secretário do Conselho Nacional de Prevenção e Redução de Desastres, Eduardo del Rosário, citado pela agência Efe.

Cortes de luz e de estradas, encerramento de escolas, queda de árvores e inundações são situações causadas pelo «Utor» desde que chegou às Filipinas na madrugada de segunda-feira acompanhado de fortes chuvas.