Um novo ataque de homens armados, supostamente da Renamo, fez três feridos graves, incluindo um militar, na região de Machanga, Sofala, centro de Moçambique, disseram esta terça-feira à Lusa várias fontes.

O ataque de segunda-feira visou um carro militar que escoltava a coluna de viaturas na estrada nacional um (N1), a principal do pais, no troço Muxúnguè-Save, o mais atingido pela tensão político-militar na região.

Um autocarro de passageiros da LTM (Linhas Terrestre de Moçambique) e outro de carga, que seguiam na primeira coluna militar, ativado pelo Governo em abril para proteger pessoas e bens, também foram «fortemente metralhados», tendo sido feridos dois ocupantes, relata a Lusa.