Quatro militares chadianos das Nações Unidas morreram esta quarta-feira na sequência de um atentado com uma viatura armadilhada perpetrado em Aguelhok, no norte do Mali, anunciou o ministério da Defesa malaio.

«Morreram quatro militares. São todos chadianos», informou um responsável do ministério citado pela France Presse.

O atentado, que ocorreu na entrada do campo de Minusma ¿ onde estão sedeados os militares das Nações Unidas no Mali -, em Aguelhok, causou igualmente «dez feridos, dos quais seis soldados [do campo] de Minusma e quatro militares malaios», que se encontravam no local, acrescentou a mesma fonte.