O Ministério da Saúde do Peru anunciou no sábado que o país registou a primeira morte por gripe A e que outras 46 pessoas estão infetadas com o vírus.

Em conferência de imprensa, o diretor de Epidemiologia do Ministério, Martín Yagui, observou que o homem que morreu na terça-feira por gripe A, numa localidade próxima de Lima, integrava o grupo de risco por padecer de diabetes, asma e insuficiência renal.

«Até ao momento é o único morto por esta causa no país», refere em comunicado o Ministério da Saúde peruano.

De acordo com Yagui, o Peru não regista um aumento do número de casos.

Em 2010, o Peru teve 141 casos de gripe A, em 2011 foram contabilizados 135 e desde janeiro deste ano que foram diagnosticados 46, a maioria em Lima, segundo os dados avançados pelo mesmo responsável.

A gripe A no Peru tem afetado sobretudo menores de cinco anos, idosos com mais de 60 anos, grávidas e pessoas que sofrem de problemas de saúde como diabetes, doenças cardiovasculares, renais, cancro e asma.

Por isso, as autoridades locais alertam estas pessoas para a importância da vacinação.

O Peru adquiriu este ano 1,7 milhões de doses de vacinas para adultos e 1,2 milhões de doses para crianças para serem distribuídas em todo o país.