Uma emboscada a polícias federais no ocidente do México causou a morte a cinco agentes, três atacantes e dois transeuntes, no que foi o dia mais mortífero para as novas autoridades do país.

O ataque ocorreu ao fim de quinta-feira, quando sete veículos transportavam agentes da polícia paramilitar em patrulha na cidade de Ocotlan, com uma população de 93 mil pessoas, no Estado de Jalisco, informou a polícia federal.

Ficaram ainda feridos oito agentes, um dos quais em estado considerado grave.

Este foi o ataque mais sangrento a esta nova polícia, uma unidade de cinco mil agentes, modelada em exemplos europeus, que o Presidente mexicano, Enrique Pena Nieto, lançou em 2014 para proteger setores económicos vitais do crime organizado.