A morte no fim de semana de um surfista devido a um ataque de um tubarão branco numa praia do sudoeste da Austrália reavivou a petição para que sejam sacrificados todos os tubarões com mais de três metros, revelou a imprensa local.

A petição voltou a surgir após a morte do surfista Chris Boyd, de 35 anos, numa das praias da localidade de Gracetown, após um ataque recente de um tubarão que tem sido procurado intensamente pelas autoridades do estado da Austrália Ocidental.

A morte de Boyd é a primeira deste ano naquele estado, conhecido por ataques mortais de tubarões, e é a terceira numa década nas praias de Gracetown.