Quatro novos migrantes, três crianças e uma mulher, morreram quando tentavam chegar à Europa porque a embarcação onde seguiam naufragou no mar Egeu, anunciou hoje a guarda costeira grega.

Os quatro migrantes, cujas nacionalidades não foram especificadas, morreram afogados perto da ilha grega de Kalymonos, adiantaram as fontes.

Onze outras pessoas que seguiam na mesma embarcação foram socorridas e as equipas de socorro estavam à procura de uma criança que tinha desaparecido.

Cerca de 300 migrantes que tentavam fugir de conflitos e da pobreza nos seus países, morreram afogados no mar Egeu este ano, segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM).
 

Doze refugiados morreram afogados ao largo da Turquia


Doze refugiados morreram afogados ao largo da costa da Turquia quando tentavam alcançar a Grécia, disse hoje a guarda-costeira turca à agência de notícias da Anatólia.

Os elementos da guarda-costeira recuperaram os corpos de 12 pessoas e conseguiram salvar 25 náufragos que se encontravam a bordo de uma embarcação de madeira, ao largo da cidade de Ayavalik, que fica na rota utilizada pelos refugiados que pretendem alcançar a ilha grega de Lesbos, no Mediterrâneo.

Segundo as autoridades navais turcas, os refugiados pediram ajuda através de contactos feitos através de telemóvel para a guarda-costeira.