O colunista David Carr, do jornal The New York Times, morreu quinta-feira aos 58 anos, informou o diário norte-americano, sem avançar com a causa da morte.

«Carr colapsou no escritório», informou o The New York Times ao salientar que o jornalista foi transportado para o hospital o St. Luke's-Roosevelt, onde viria a falecer.

 
Carr era famoso pela sua coluna «Media Equation», em que escrevia sobre «os meios de comunicação e a sua interceção com os negócios, a cultura e o governo», descreveu o jornal num obituário.

O colunista lutou toda a vida contra o vício da cocaína, uma experiência que relatou no livro «The Night of the Gun».

Carr incorporou o diário nova-iorquino em 2002 como repórter de economia depois de colaborar com The Atlantic Monthly e a New York magazine.

A sua coluna publicava-se às segundas-feiras na secção de negócios do jornal.