A romancista francesa e grande figura do feminismo Benoîte Groult, autora de “Ansi soit-elle”, morreu aos 96 anos na noite de segunda-feira para hoje, enquanto dormia, informou a sua filha.

"Ela morreu durante o sono como queria, sem sofrer”, disse à agência France Presse a sua filha, Blandine de Caunes, adiantando que a escritora “teve uma vida muito bonita”.

Há o choque da morte, mas é melhor assim pois ela não andava muito bem”, disse ainda.

Groult nasceu a 31 de janeiro de 1920, em Paris. Foi professora e jornalista antes de ser escritora.

Como escreve a AFP, conhecida ativista pelos direitos das mulheres, os seus livros debruçavam-se sobre temas como a misoginia e a discriminação contra as mulheres.