Um homem morreu depois de ser vítima de uma «wedgie atómica». Segundo o «News.ok», Brad Davis, de 33 anos, foi preso por ter puxado as cuecas do padrasto até que o cós das mesmas chegasse ao seu pescoço.

O crime aconteceu a 21 de dezembro, em Oklahoma, nos Estados Unidos, quando Denver Lee St. Claire, de 58 anos, tentou atacar o ex-fuzileiro e este puxou a roupa interior como manobra de auto-defesa normalmente usada por jovens do secundário.

Em sua defesa, Brad Davis afirmou que o padrasto estava a insultar a mãe e que reagiu.

De acordo com as autoridades, a causa da morte de St. Clair foi um ferimento na cabeça e asfixia.

«Eu nunca tinha visto isto antes, mas quando olhei para a vítima vi que o cós das cuecas estava à volta do seu pescoço», afirmou o chefe da polícia Mike Booth.

Brad Davis foi acusado de homicídio qualificado.

St. Clair já tinha sido acusado de agressão à mulher, em 2008, quando Tressia St. Clair fez queixa de que ele a tinha agarrado pelo pescoço e empurrado contra uma porta.