As autoridades do estado da Florida, Estados Unidos da América, executaram, na quinta-feira, o assassino em série Oscar Ray Bolin, condenado à pena capital pela morte, em 1986, de uma mulher de 26 anos.

O primeiro condenado norte-americano executado em 2016 morreu às 22:16 de quinta-feira (03:16 de hoje em Lisboa), mais de quatro horas depois do previsto, de acordo com as autoridades estatais.

A execução de Bolin aconteceu minutos depois de o Tribunal Supremo dos Estados Unidos rejeitar um recurso apresentado pelos seus advogados para que a pena fosse suspensa.