Foram reveladas fotografias que mostram um homem que terá sido empurrado de um prédio, por jihadista do Estado Islâmico, por alegadamente ser gay. A fotografia foi tirada no norte do Iraque, na cidade Mossul, atualmente controlada pelo Estado Islâmico. 

A fotografia, que foi tirada do topo de um edifício, mostra um homem com a cara tapada e com as mãos atadas atrás das costas a ser arrastado para a margem de um edifício. Em baixo, na praça pública, estariam milhares de pessoas que esperariam a queda do homem. 

Numa referência gráfica às imagens vê-se um jihadista, com a cara tapada, que lê uma sentença do tribunal extremista de Sharia.

Segundo o Estado Islâmico, os gays são considerados «pessoas que estão a mais».