Uma jovem mãe norte-americana, do estado do Texas, libertou os seus instintos animais quando viu a filha de dois anos ser atacada por um cão e... mordeu o animal até este libertar a bebé.

«Uma mãe faz tudo o que pode. E eu não tinha a força do meu lado», comentou a mãe Chelsi Camp, em declarações à WTVR.

O ataque aconteceu em Março, no apartamento da família, que tinha concordado tomar conta do pit bull de uns amigos. O cão parecia dócil, até começar a cheirar a bebé. «Aí ele mudou completamente. Talvez porque cheirou o meu cão na bebé», contou Chelsi.

Além de morder o cão na orelha, a mãe enfiou o seu próprio punho na boca do cão. Depois de libertar a filha da boca do animal e enquanto ainda lutava com ele, Chelsi foi dando indicações à menina, que ficou bastante ferida, para que permanecesse de barriga para baixo, para não se engasgar com o sangue.

A criança foi mordida no corpo todo.